Agnostic Front destila o melhor do hardcore em São Paulo

A noite do último sábado foi mais do que especial para os fãs do bom e velho hardcore “made in new york“, afinal era vez do baile dos americanos do Agnostic Front, velhos conhecidos dos fãs brasileiros e que já admitiram se sentir em casa quando desembarcam por esses trópicos. A banda está em turnê pela América Latina e já estava com os motores quentes após um histórico show na cidade de Limeira.

A noite contava com a participação de dois grupos nacionais: Last Warning e One True Reason, que inclusive já abriu um show do Agnostic Front em outros carnavais, além de serem famosos no circuito hardcore local.

Ainda com o público adentrando a casa, os mineiros do Last Warning aqueceram o palco e os fãs pelo que viria pela frente. Seguido pelos paulistas do One True Reason. Ambos os grupos ressaltaram  a importância de se valorizar a cena nacional e o quanto é difícil se manter, mesmo com o suporte que as mídias digitais fornecem.

Quando o público já se apertava, começando a se empurrar nos circle pits ao longo da pista e com os ouvidos “quentes” pelas bandas de abertura,  as luzes se apagavam e era a hora: Miret, Stigma e sua trupe invadiram o palco para um dos shows mais agressivos do ano!

Os fãs já esperavam um setlist especial, mas o que os aguardava ao longo da noite, pegou todo mundo de surpresa: uma verdadeira enxurrada de clássicos, mesclado com músicas do último disco “The American Dream Died” lançado ano passado pela Nuclear Blast e que é o responsável pela extensa turnê da banda pelos quatro cantos do mundo.

Abrindo os trabalhos com músicas como “The Eliminator” e “Dead To Me“, os presentes foram a loucura, com moshs insanos, rodas de bate cabeça  e muito calor. O vocalista Roger Miret, assumiu a linha de frente e interagiu com os fãs durante o show inteiro!  Enquanto o lendário Vinnie Stigma se divertia no palco com o baixista Mike Gallo, esbanjando harmonia e experiência.

A relação do público e da banda se inflamou de um jeito que já não era mais possível controlar nada, mesmo com os seguranças e o pessoal da produção dando apoio, as constantes invasões de palco tornaram o show uma verdadeira festa! qualquer primeiro acorde era desculpa para os fãs tomarem o palco e participarem com os músicos de cada instante do show.

Com quase 30 músicas executadas, o verdadeiro espírito punk/hardcore foi posto a prova e a combinação: velocidade e agressividade nunca fizeram tanto sentido na prática. Em músicas como “For My Family“, “Old New York“, “Peace” e “United Blood“, o canto em coro arrepiava até os mais frios.

Tenho que confessar que para mim, estar presente no show de um dos maiores representantes do punk/hardcore do mundo, foi uma sensação única e inexplicável, ainda mais diante de fãs tão apaixonados e que faziam de tudo para se aproximar do palco e mostrar a plenos pulmões o quanto são fãs. Tenho que dizer que havia muita paixão ali envolvida e era visível a reciprocidade dos músicos a cada nova música, transformando o Clash Club em uma verdadeira bomba que podia explodir a qualquer momento.

Obviamente houveram mais destaques, como “A Mi Manera“, “Never Walk Alon“, “Riot, Riot, Upstart“,  “Gotta Go” e para o grand finale, estava reservado um cover de ninguém menos que os Ramones: “Blitzkrieg Bop“! Infelizmente o show teve que chegar ao fim, mas pelo ritmo da apresentação, os fãs não precisam se preocupar muito, pois tudo será feito para que eles voltem logo.

Showzão!

Setlist:

1 – The Eliminator
2 – Dead to Me
3 – My Life My Way
4 – Police Violence
5 – Only in America
6 – For My Family
7 – Friend or Foe
8 – Victim in Pain
9 – Your Mistake
10 – I Can’t Relate
11 – Old New York
12 – All Is Not Forgotten
13 – Peace
14 – Crucified (Iron Cross cover)
15 – Believe
16 – United Blood
17 – Blind Justice
18 – Last Warning
19 – Never Walk Alone
20 – Gotta Go
21 – Riot, Riot, Upstart
22 – Police State
23 – Take Me Back
24 – A mi manera
25 – Addiction
26 – Power
27 – Pauly The Dog
28 – United & Strong
29 – Blitzkrieg Bop (Ramones cover)

 

Para mais fotos clique aqui e aqui!


Deixe seu comentário


Rock de Verdade - Todos os direitos reservados
-->