Notícias 

Angra: Uma grande família em comemoração

No último 7 de novembro de 2015, uma das mais aclamadas bandas do nosso Heavy metal nacional, se apresentou no Tom Brasil. Comemorando 24 anos de formação, em sua cidade natal, os integrantes eram pura emoção.

Os portões abriram as 20:00, logo em seguida a banda brazuca República entra no palco. São um grupo de Heavy Rock brasileiro, composto pelas feras: Luiz Fernando Vieira – Guitarra, Leo Belling -Vocal, Marco Vieira – Baixo, Jorge Marinhas – Guitarra, e Mike Maeda -Bateria. Esses caras estiveram em excursão pelo Brasil, ainda esse ano, com o Adrenaline Mob. O show foi repleto de músicas que pertencerão ao novo álbum que ainda será lançado, muitas novidades. Em “Change My Way” Leo faz uso de um mega fone, o que torna o vocal interessante nesse som. Eles saem do palco por volta das 21:20.

Set list:

1. Redemption Day (Johnny Cash cover)
2. Black Wings
3. Time to play
4. Life goes on
5. Stand your ground
6. Goodbye Asshole
7. Change my way
8. Intimacy of your soul
9. Beautiful lie
10. The maze
11. El diablo

Então, as 21:40 a banda Soulspell está no palco, munida de seus cinco vocalistas, fazendo muito barulho. Membros desse Live Team 2015: Heleno Vale (bateria), Jefferson Albert (Vocal), Daisa Munhoz (Vocal), Pedro Campos (Vocal), Victor Emeka (Vocal), Daniel Guirado (Vocal), Leandro Erba (guitarra), Sérgio Pusep (guitarra) , Wanner Maurício (baixo). Importante lembrar que esse projeto não possui uma banda fixa. O show contou com grandes sucessos, muita participação do publico e muita movimentação no palco. Termina as 22:35, aplaudidos pela galera.

Set list:
1. Labyrinth of Truths
2. Age of Silence
3. Into the Arc of time
4. Troy
5. A Rescue intro the Storm
6. The dead tree
7. Adrift
8. Mirror of Dreams (Avreon Cover)
9. A secret compartment

 

 

Assim que Soulspell se despede, a galera grita : “Ole ole ole ole angra angra”. O palco em reorganização, o publico que atulhou o Tom Brasil agora está apreensivo, após essas longas horas de espera para ver sua banda do coração.

Conforme divulgado em mídias sociais, o show contará com a participação especial de seu ex- integrante Edu Falaschi, que é agora integrante e fundador da banda de metal Almah. Ele está completando 25 anos de carreira, e para comemorar, lançará um álbum com as principais canções de sua vida em versões mais clássicas.

As 23:10 o telão começa a passar as instruções da casa. Logo após, Edu Falaschi aparece no mesmo para falar sobre o álbum novo que irá lançar. Em seguida,  Back in Black (Ac/dc) é entoado, e minutos depois, com o palco todo em vermelho, o Angra abre o show com a paulada do novo álbum “Newborn me”. No palco: Fabio Lione – vocalista, Bruno Valverde – bateria, Felipe Andreoli – baixo, Rafael Bittencourt – guitarra e Marcelo Barbosa (Almah) – guitarra.


O line up conta com a participação especialíssima de Marcelo Barbosa (Almah), posicionado na árdua tarefa de substituir Kiko Loureiro, especialmente nesse show, pois o mesmo está em turnê pela Europa com o Megadeth. Kiko declarou pelo facebook, que havia tentado de tudo para poder estar presente nesse show, mas que não teria como, por questões logísticas. Mas que tinha certeza que o Marcelo iria representá-lo muito bem.


No terceiro som, Lione profere um obrigado São Paulo e fala que a noite estará cheia de surpresas. Em “Time” Marcelo, Rafael e Felipe formam um belo trio de cordas no meio do palco. E mandam “Holy Land”, dedicada essa noite á São Paulo, Lione pede as mãos da galera, lindo de ver todos com as mão para cima acompanhando.

Bruno Valverde é deixado sozinho no palco para fazer um belíssimo solo de bateria, com pedido de participação da galera e muitos aplausos no final. Eita muleke danado de bão.


Logo após, Rafael entra no palco sozinho, a galera vibra gritando “capiroto, capiroto”, ele diz que esse é um apelido para os íntimos, mas que todos ali já são íntimos mesmo. E ele dá um belo show cantando e tocando seu violão em “Silent call”, som do novo álbum.

Assim que termina, ele conversa muito com o publico, resumindo o que disse: essa foi  a primeira vez que está no palco sem seu companheiro de 24 anos de estrada, o Kiko. Diz que o Marcelo fez um lindo trabalho se preparando com muito carinho para esse show. Elogia Bruno, que tem a mesma idade da banda, pelo seu desempenho e talento, e diz que está muito ansioso pela segunda parte do show, pois será uma grande surpresa para todos. Todos já sabem que Edu deve entrar a qualquer momento.

Então, Edu Falaschi entra no palco, aclamado pelos fãs ensandecidos pelo que viam em São Paulo. Visivelmente emocionado, ele agradece, diz que é um presente para os fãs e manda três clássicos. Muita emoção em cima e em baixo do palco.

Edu pede a Lione para voltar ao palco, que volta com “Make Believe”. Lione diz que irão tocar algo diferente, e mandam um cover do The Police, onde ele começa cantando e Rafael continua, ficou muito bacana o som. Então Lione entoa um Allegro com a turma, manda muito esse grande tenor. E saem do palco. O retorno fica nas mão de Bruno, que abre caminho para a dobradinha “Carry on” e “Nova Era”, que como todos esperavam contam com o retorno triunfal de Edu, dividindo o vocal com Lione. Momento master top do show!
Acho que assim como eu, muitos torciam para ouvir “Rebirth” com a voz inconfundível de seu criador. E, não ficamos na mão! Lá vem Edu e Lione cantando juntos. Claro que rolou um  “Pegasus Fantasy”. Para fechar com chave de ouro, fazem um cover do Iron.

Antes do fim, o pessoal do Projeto Barsil Heavy Metal entrou no palco, e pediu para todos gritarem “Brasil Heavy Metal”, para colaborarem com o documentário que está sendo feito sobre o assunto. Muito bacana a ideia: facebook.com/brheavymetal.

E o show finaliza as 01:30.


Um show histórico sim senhor. Rafael diz que o angra é uma grande família agora. Edu brinca que no palco estavam o Almangra ou Angralmah – já que ele e Marcelo fazem parte do Almah. Todos muito emocionados e felizes por tocarem em casa. Kiko Loureiro fez falta demais, mas acho que todos entendem seus motivos por não estar ali de corpo presente, mas com certeza, como o “capiroto” mencionou, o coração dele estava lá.

Os fã do Angra são realmente muito especiais, A grande maioria cantou todas as músicas junto do começo ao fim.

Obrigada ao Angra por tanta emoção, e aos fãs pelo respeito e participação, meus parabéns!


Set list:
1. Newborn me
2. Nothing to say
3. Final light
4. Wings of reality
5. Waiting silence
6. Storm of emotions
7. Time
8. Holy land
9. Silent call
Segunda parte do show:
10. Angels and Demons
11. Heroes of sand
12. Spread your fire
Encore
13. Make believe
14. Synchronicity II (The police cover)
15. Unfinished Allegro
16. Carry on – Nova era
Encore 2:
17. Rebirth
18. Pegasus Fantasy
19. The number of the beast (Iron maiden cover)
20. Gate XIII

 

Créditos das fotos para Lucas Vieira. 

Written by 

Matérias Relacionadas