Apocalyptica no Brasil com quatro datas confirmadas para esse ano

apocalyptica 1

O Apocalyptica se apresenta na América Latina em novembro, como parte da turnê que comemora vinte anos de lançamento do “Plays Metallica By Four Cellos“. No Brasil, a banda fará shows em São Paulo, Belo Horizonte, Curitiba e Porto Alegre, confira datas abaixo:

21 de novembro – Porto Alegre – Opinião
23 de novembro – Belo Horizonte
24 de novembro – Curitiba
26 de novembro – São Paulo – Tropical Butantã

As  demais casas de espetáculos serão confirmadas em breve, bem como maiores informações.

SERVIÇO APOCALYPTICA – PORTO ALEGRE

Local: Opinião (Rua José do Patrocínio, 834)
Classificação etária:14 anos
Quando: Terça, dia 21 de novembro, às 21h
Cronograma
19h – abertura da casa
21h – APOCALYPTICA

Ingressos
Primeiro lote
Promocional – R$ 125,00 *
Meia-entrada – R$ 120,00 **
Inteira – R$ 240,00
Segundo lote
Promocional – R$ 145,00 *
Meia-entrada – R$ 140,00 **
Inteira – R$ 280,00
Terceiro lote
Promocional – R$ 165,00 *
Meia-entrada – R$ 160,00 **
Inteira – R$ 320,00

Vendas Online em breve.

APOCALYPTICA

Formada em 1993, é marcada por ter um grande diferencial – explora sons baseados em violoncelo – boa parte instrumental, com alguns momentos de trabalho vocal. Seja qual for a musicalidade (de interlúdios atmosféricos a ritmos rápidos), o conjunto impressiona pela melodia, emoção e dinâmica. Já são oito discos lançados até o momento. Nessa discografia, entram composições autorais e belas interpretações de nomes de peso, como Metallica, Faith No More, Motorhead, AC/DC e Sepultura.

Hoje a banda é formada por:

Eicca Toppinen (criador) – Violoncelo
Paavo Lötjönen (criador) – Violoncelo
Perttu Kivilaakso – Violoncelo
Mikko Sirén – Bateria
Frankie Perez – (Vocalista no álbum “Shadowmaker”)

O disco de estreia, “Plays Metallica by Four Cellos”, foi justamente de releituras. Nele, os finlandeses fizeram arranjos emocionantes para músicas da banda que levou o thrash para os patamares mais altos do showbusiness. A turnê atual celebra os 20 anos de lançamento desse álbum, que será tocado na íntegra durante os shows.

O último álbum “Shadowmaker”, foi lançado em 2015. Muito diferente dos últimos trabalhos da banda, principalmente por contar com a participação do vocalista em quase todos os sons.

A gira, iniciada ano passado, já passou por Estados Unidos e Europa. O sucesso mundo afora e as mais de duas décadas de carreira comprovam que o Apocalyptica é um fenômeno consistente, de qualidade.

“Quando fizemos o trabalho de estreia, nossa expectativa era vender umas mil cópias e tocar alguns shows. Mas, depois do lançamento, recebemos convites para fazer várias apresentações e nosso som mudou bastante. Nós percebemos que tínhamos de fazer algo ainda mais excitante. Então, em 1998, saiu Inquisition Symphony, com produção mais aprimorada. Todo mundo achava que a sensação duraria só o primeiro disco e, depois do segundo, disseram que não poderíamos fazer nada melhor, que a banda estava com os dias contato. No entanto, estamos aqui até hoje”, recorda um dos fundadores do grupo, Eicca Topinnen.

Deixar comentário(s)

comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *