Resenhas Shows 

Bad Religion Faz show como se estivesse em casa

O Bad Religion teve um estadia rápida em terras brasileiras, onde realizou quatro shows. A performance em Santos mostrou a banda de uma forma intimista e familiarizada com o público, a apresentação que aconteceu no último dia 7 de Fevereiro na Capital Disco, reuniu fãs de todas as idades. E quem esteve lá pôde presenciar um espetáculo de punk rock e hardcore, o grupo mostrou um repertório que mesclou todos os importantes trabalhos e com músicas poderosas fez valer a espera de 15 anos do público caiçara, já que o último show do Bad Religion em Santos foi em 1999.

Para abertura do show as bandas NLO e Bayside Kings se empenharam bastante em suas apresentações e mostraram o porquê de estarem ali. O Bad Religion subiu no palco exatamente às 0h30 e o grupo foi ovacionado por todo o público que estava na casa. Mostrando assim que a troca de energia seria algo que ditaria o ritmo do Bad Religion na noite. “Fuck You“, “I Want to Conquer the World” e  “New America” abriram o show de maneira eletrizante, onde era possível ver cada sílaba sendo cantada pelos fãs junto com o vocalista Greg Graffin. Do último disco, a banda, além de tocar “Fuck You“, trabalhou as canções “True North” que leva também o nome do álbum, “Past Is Dead” e “Dept. of False Hope“.

Mas o ponto alto do show foi o medley com quatro canções seguidas do que para muitos fãs é o melhor disco do Bad Religion. Intitulado “Suffer“, o trabalho foi lançado em 1988 e músicas como: “You Are (The Government)“, “Suffer“, “How Much Is Enough?” e “Do What You Want” foram executadas sem interrupção, fazendo com que a roda punk ganhasse mais pressão.

Greg Graffin (vocal), Brian Baker (guitarra), Brooks Wackerman (bateria), Jay Bentley (baixo) e Mike Dimkich (guitarra) deram uma aula de presença de palco e interação com os fãs, e mesmo com o escorregão de Graffin, nada estragou uma performance que mostrou um Bad Religion se sentindo em casa. Para fechar a noite “Fuck Armageddon… This Is Hell“, “Punk Rock Song” e “American Jesus” deixaram um gosto de quero mais a todos que presenciaram a celebração do punk rock.

O Rock de Verdade agradece a equipe do Rock Show por proporcionar ao site a oportunidade de cobrir o evento, e também pela confiança que tem no trabalho realizado pela nossa equipe.

Written by 

Matérias Relacionadas