CJ Ramone e muito punk em São Paulo

A noite do último sábado (31/10) foi marcada pela apresentação da lenda do punk rock: CJ Ramone. Conhecido pelo seu amor pelo Brasil e pela extensa agenda de shows que rodam todo o país, as apresentações de CJ são sempre marcadas pela alta qualidade de seu som, seu agito e os tão esperados clássicos dos Ramones. Outro grande marco de suas apresentações, são as bandas de abertura que variam desde bandas com uma sólida carreira até aquelas que estão em início de carreira e dessa vez não foi diferente, as escolhidas para acompanhar a turnê brasileira foram os mineiros do Dillinger e o crazy kamikaze Jiro Okabe.

A banda mineira Dillinger foi a primeira a subir ao palco, mesclando som próprio com covers de Misfits e Ramones, o grupo aqueceu o público com animação. Apesar do público ainda estar adentrando a casa, todos que chegavam já eram atraídos para frente do palco e contagiados pela animação e pela qualidade musical do grupo.

Para enriquece ainda mais a apresentação, o baixista e produtor (e musico que se apresentaria em seguida) Jiro Okabe deu uma palhinha junto com o grupo.

Após uma breve espera para que o palco fosse organizado, a próxima atração subiu ao palco: Jiro Okabe. Baixista, produtor e presidente da Mosrite, Jiro é conhecido pelo seu longo histórico de parcerias com CJ e outros ex-membros dos Ramones em projetos paralelos.

Jiro e sua turma roubaram a cena literalmente! Com uma animação e um entrosamento de dar inveja a muitas bandas, o grupo inflamou e incendiou o Hangar 110 de uma maneira que dificilmente se vê. Tocando músicas de seu recente disco “Return Of The Kamikaze“, o público cantou e pulou a cada acorde junto os membros da banda.

Com simpatia e animação a banda contagiou a todos com músicas como “Punk Rock Generation“, “Look At The World“, “Be My Girlfriend” e “All I Want“. Para os que já conheciam o trabalho do músico, com certeza valeu cada segundo de show e para os que nunca tinham tido contato com o as músicas do crazy kamikaze, com certeza passaram a ser fãs de suas músicas.

Após alguma espera, chegava a hora tão esperada, as cortinas se abriram e a lenda CJ Ramone aparece com típico boné seu baixo poderoso. De fato, essa foi a segunda vez que eu assisti a um show do CJ e tenho que falar que essa experiência é indescritível! Tanto ele como seus músicos sabem como promover um verdadeiro espetáculo.

Com um bem variado, indo desde músicas dos Ramones quanto de seus dois discos de carreira solo “Reconquista” de 2012 e “Last Chance to Dance” de 2014, CJ e sua turma colocaram a casa no chão. Vale a pena comentar a presença do grande Steve Soto, membro do The Adolescents, e Dan Root  nas guitarras, ambos companheiros de longa data do baixista e o baterista Pete Sosa que embora a pouco tempo no grupo, já mostrou a que veio.

Destaque para as músicas “One More Chance“, “Judy Is A Punk“, “Three Angels” e como não poderia passar em branco, a sequencia matadora que fechou a noite: “Do You Wanna Dance” (Bobby Freeman cover); “Blitzkrieg Bop” (Ramones cover) e “R.A.M.O.N.E.S.” (Motorhead cover)!

Showzão!

 

Para mais fotos do show entre aqui ou aqui!


Deixe seu comentário


Rock de Verdade - Todos os direitos reservados
-->