Insanidade total no show de lançamento do novo álbum da banda Paura

Fiz a cobertura do festival de bandas no Inferno Club, famosa casa de shows localizada na Rua Augusta em São Paulo, no último domingo, 24/08. O festival celebrava o lançamento do novo cd da banda Paura, “Tameless”, e contou com a participação de alguns convidados que aplicaram doses cavalares do mais puro hardcore nacional.

Sempre procuro uma palavra para definir rapidamente os shows, no caso, a palavra que ainda lateja em minha mente desde o show é: insano!

As bandas convidadas foram: Marca de Honra, Do Protesto À Resistência, Bayside Kings e Clearview, além do próprio Paura. O primeiro grupo a subir no palco foi o Marca de Honra, com riffs rápidos e letras agressivas o público não demorou a se jogar (literalmente) em frente ao palco! Com um set list rápido, porém contagiante, a banda de abertura aquecia os motores para o que viria a seguir.

Do Protesto À Resistência veio com um rap core de primeira linha, contagiando seus fãs que cantavam a plenos pulmões, música atrás de música. A diversão ficou garantida pela simpatia do grupo e pelas diversas invasões de palco que criavam um ambiente empolgante.

Em questão de minutos a banda Bayside Kings já estava em cima do palco, arrastando sua legião de fãs que estavam presentes para curtir as pedradas que eram emitidas dos amplificadores. Roubando a cena da noite, o grupo merece destaque pela competência do som e pela interação com o público que dava um feedback à altura nos mosh pits!

A penúltima apresentação da noite veio para nos lembrar como o bom e velho hardcore clássico nova yorkino deve ser feito, o grupo Clearview com sua cozinha poderosa promoveu diversão a todos no sentindo mais puro da palavra.

Para fechar a noite, o Paura subiu ao palco e presenteou a todos com um leque de músicas que iam desde os discos anteriores, mesclando com as novidades do novo álbum. Aguardada pelos presentes, a banda foi ovacionada do primeiro ao último acorde com cantos em coro e moshs sem fim! Sendo o último evento da noite, as energias foram descarregadas fazendo com que banda e público entrassem em uma conexão de arrepiar, com destaque para seu vocalista Prandini que incitava e agitava a todo o momento e para o baterista Fernando Schaefer, um monstro nas baquetas e seu pedal furiosamente duplo.

Não poderia deixar de citar o papel do público, responsáveis pelo clima de diversão, os fãs mostraram respeito e compareceram em peso para valorizar a cena hardcore, responderam ao chamado!

Autor: Loos
Fotos: Loos
Editor Chefe: Will Batera

Deixar comentário(s)

comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *