Notícias 

Kool Metal Fest: Saiba como foi a segunda edição do festival

Aconteceu no último dia 10 de novembro, a segunda edição do Kool Metal Fest. Com um line up de bandas consagradas, o festival reuniu nada mais nada menos que Eskrota, Cemitério, Surra, Nervosa, Krisiun e a atração principal, Brujeria. O evento aconteceu no Carioca Club em São Paulo, a casa ainda estava lotada no final do evento, mostrando a fidelidade da galera do metal. Falando um pouco de cada apresentação que rolou, começando com as meninas do Eskrota.

O Eskrota começou aquecendo a galera que chegou cedo, com suas letras cheias de protestos feminista e anti fascista, mostraram que mulher pode e deve fazer o que quer! As meninas arrebentaram no show de abertura, dando uma prévia do que ainda estava por vir. Na última música, a banda chamou todas as mulheres presentes para subirem no palco e cantar junto em protesto contra o machismo na cena metal. E ainda tocaram uma musica inédita chamada “Cruzamento Maldito” que estará em seu próximo álbum.

Fotografia por Fernando Yokota

Em seguida tivemos a banda Cemitério, que também não deixou a desejar. A banda paulistana de death metal, aborda filmes clássicos de terror em suas letras, com bastante peso, fez jus a sua participação no festival.

Fotógrafo oficial banda Cemitério

O Surra foi a terceira banda a se apresentar, e sem dúvida algo que define a apresentação deles é diversão! O caras são incríveis quando se fala de interação com o público, sua legião de fãs presente no festival não saiu decepcionada.

Fotografia por Fernando Yokota

E o que falar do Nervosa? quarta banda a se apresentar, fazendo a galera pirar com as famosas “caretas” da vocalista Fernanda Lira e o peso do metal feminino, mostrando que as mulheres vieram pra ficar, e que bom para nós! As letras da banda também abordam bastante a causa feminista e política, onde deixaram claro sua indignação com o governo brasileiro, incrementando ainda mais a onda de protestos presente em todas as apresentações do evento.

Fotografia de Fernando Yokota

Os monstros do Krisiun foram os penúltimos a se apresentar, banda consagrada na cena heavy metal, também não decepcionou, apresentação impecável, a banda também deixou seu protesto anti-política e principalmente contra nosso atual governo. A apresentação dos caras deixou a galera anestesiada.

Fotografia de Fernando Yokota

Rolou um pequeno estresse do público no final da noite, com o pequeno atraso da última banda, mas tudo foi resolvido assim que os caras do Brujeria entraram no palco. Com certeza os nossos queridos de Tijuana foram os mais esperados da noite, com a casa lotada, os caras tocaram clássicos como “La migra” e “Brujerizmo“. E apesar de ser um festival com seis bandas, a galera ainda estava extremamente animada ao final do evento.

Fotografia por Fernando Yokota

Algo marcante no evento foram os protestos contra o atual governo, a indignação coletiva e unânime estava presente durante todo o festival. Quero deixar aqui também meus parabéns a organização do festival pela ótima escolha da casa, segurança, som impecável e pontualidade dos horários, mesmo havendo o contra tempo com o Brujeria, tudo foi incrível.

Written by 

Matérias Relacionadas