Bandas Notícias 

Marrones lança single com forte crítica a política

A banda Marrones foi formada em Votuporanga nos longínquos anos 90 para homenagear como o próprio nome sugere: Ramones. Rodaram o interior desde 1993 até 2005, migrando depois para São Paulo, e desde então, viraram uma banda que faz tributo ao Punk Rock tocando vários clássicos. Em 2017, os Marrones deram um passo audacioso e junto com outras bandas fizeram a coletânea MUZO e lançaram após mais de 20 anos, sua primeira música autoral: “Quebra Costela“. Acrescentaram esta música no setlist dos shows, e de imediato a repercussão foi muito positiva, fazendo com que a música ficasse conhecida no underground da zona oeste de São Paulo.

Agora em 2020 a banda deu um passo ainda mais audacioso e lançou no dia 23 de janeiro sua nova música autoral: “Serei Sempre Oposição”  – direta como o punk deve ser. Contra o governo atual, contra o governo passado e provavelmente contra o governo futuro! A música foi gravada no Studio3, com o André Ataide que é baterista do Imminent Attack e que, além de gravar o próprio Imminent, também gravou outras bandas como o Radio Attack, Criminal Mosh e Caffeine Blues. A produção foi feita por ele e a própria banda. A banda promete não parar por aí, em 2020 Marrones virá com muito mais novidades.

Ouça a música logo abaixo:

Arara (vocalista) falou um pouco sobre o processo de composição do novo trabalho: “O Marrones sempre foi uma banda que ensaia muito. Meio que religiosamente uma vez por semana nos encontramos no estúdio pra ensaiar. E foi num desses ensaios, alguns meses antes das últimas eleições presidenciais, eu cheguei com a letra já quase pronta e com uma melodia na cabeça. Não sei tocar nada, então fui tentando passar pros caras da banda qual seria a ideia e eles foram adicionando arranjos, mexendo na estrutura até a música tomar forma. No fim, todos acabaram participando do processo.”

Sobre a ideia fazer uma música com este tema, mesmo com um país tão polarizado, o vocalista discursa dizendo: “Justamente disso mesmo. Essa polarização veio num crescente de cima pra baixo e chegou dentro da casa das pessoas. Cara, das eleições de 2014 pra cá, quantas amizades de anos terminaram por discussões sobre política? Quantos irmãos de sangue deixaram de se falar? As pessoas cada vez mais são alimentadas pelo ódio. Idolatram um lado e execram o outro. Os caras lá de cima incentivam essa batalha entre a gente porque assim eles desviam nosso foco e continuam agindo em benefício próprio.

Muita coisa deixa de ser produzida em função disso. E o pior é que a cada quatro anos, as mesmas promessas serão feitas e novamente nada vai mudar. Não dá pra ficar idolatrando político A ou B. Não dá pra tratar política como futebol, onde você torce pro seu time ganhar e pra todos os outros perderem. Muita gente votou no ‘Bozo’ pra não ter que votar no PT, e olha aí no que deu. E logo será o contrário. A roda vai girar, novos nomes surgirão… E nós? E o povo? Vamos ficar de qual lado novamente? Eu vou duvidar sempre. Mas quanto a mensagem final da música, acho que é: ‘Vamos ficar juntos, de olhos abertos e cobrando de quem estiver lá em cima. Seja quem for’“, completa o vocalista.

A banda Marrones é formada por Jean “Arara” (vocal), Rodrigo “Português” (bateria), Fernando “Mexicano” (baixo) e Baiano (guitarra).

Written by 

Matérias Relacionadas