Napalm Death: que show maravilhoso!

rp_1401x788-Napalm-Death-pic2.jpeg

A noite do último domingo (26/06) foi especial para os fãs do metal extremo em São Paulo, isso tudo porque uma das bandas mais respeitadas e com maior influência no mundo todo, estava finalizando a sua turnê brasileira, depois de tocar em cidades como Manaus, Rio de Janeiro, Belo Horizonte e Curitiba, o Napalm Death desembarcou em São Paulo para mostrar satisfazer os fieis fãs paulistas.

O evento organizado pela Liberation Music contou ainda com a participação de mais duas bandas para engrossar o caldo da noite: a dupla de grindcore Test e o lendário grupo de Death Metal, Genocídio. Ambas já com longa estrada e com cacife para agitar os fãs ansiosos pela noite que prometia ficar na memória.

A dupla Test já é famosa no circuito paulista e em diversos festivais no mundo todo pelo “nomadismo barulhento”. O guitarrista João Kombi e o baterista Barata já estão com seu segundo cd no currículo e costumam abrir shows e se apresentarem onde houver espaço para a guitarra e a bateria.

Na sequência, era a vez do grupo Genocídio, lendária banda de death metal de São Paulo, com carreira desde meados de 1980, a banda já é conhecida entre os fãs locais e não poupou esforços para corresponder ao público que esteve presente em peso no Clash Club para relembrar os sucessos.

Mesclando músicas do início da carreira com sons dos últimos trabalhos, a banda esbanjou união e força sobre o palco. Destaque para a música “Cloister” lançada no disco Posthumous, de 1996, “The Clan” do disco homônimo e “Kill Brazil” do último disco, In Love With Hatred.

Ao final do show, todos já aguardavam a próxima atração e observavam os mínimos detalhes da organização do palco, pois em questão de instantes, “Barney” e sua gangue subiriam ao palco para destroçar os tímpanos de todos!

A introdução do novo disco “Apex Predator – Easy Meat” anunciava o início do espetáculo. Hoje faço essa resenha com uma visão de fã, pois por muito tempo esperei esse momento de poder fotografar o Napalm Death e cada segundo pra mim foi especial, cada música e cada foto podem ter certeza que fiz com toda a emoção de um fã diante do seu artista favorito!

Diante de mim estavam Barney nos vocais, Shane no baixo, Danny nas baquetas e substituindo Mitch Harris na guitarra, estava o excelente John Cooke, parceiro de longa data da banda, em seus projetos paralelos. E é incrível como quatro pessoas podem abalar as estruturas de toda uma multidão. Logo de cara, o grupo já começou a apresentação com “Mass Appeal Madness“, seguido com “On The Brink Of The Extinction“. Duas pedradas clássicas que levaram os fãs a loucura em questão de minutos!

O set também contou com músicas mais atuais, como “Everyday Pox” do Utilitarian e “Smash a Single Digit” e “How The Years Condenm” do disco mais recente, Apex Predator – East Meat. Foi interessante ouvir as mensagens que o vocalista Barney passava para o público entre uma música e outra, dialogando e brincando com os fãs, explicando cada música que seria tocada a seguir.

Vale destacar também a volta as origens da banda com as músicas do primeiro disco: “Scum“, “Life?“, “The Kill” e o grande clássico de 3 segundos “You Suffer“! Os fãs que acompanham a banda no facebook e que acompanharam a novela do extravio das malas do voo que vinha da Europa, até pensaram que os músicos estariam chateados com toda a situação, mas muito pelo contrário, eles esbanjavam felicidade e ânimo por estarem de volta ao Brasil e pela grande sequência de shows que fizeram por aqui.

Na reta final, os fãs ainda foram presenteados com dois covers: “Lowlife” do Cryptic Slaughter e “Nazi Punks Fuck Off” do Dead Kennedys.

O resumo da obra foi uma noite que com certeza ficará na memória de todos os que compareceram e lotaram a casa para prestigiar uma lenda do metal extremo mundial. SHOWZAÇO!

Setlist:

1 – Apex (intro)

2 – Mass Appeal Madness

3 – On The Brink Of The Extinction

4 – Smash A Single Digit

5 – Metaphorically Screw You

6 – Greed Killing

7 – Unchallenged Hate

8 – Everyday Pox

9 – Taste The Poison – Next On The List

10 – Cesspits

11 – Scum

12 – Life?

13 – The Kill

14 – Deceiver

15 – You Suffer

16 – Suffer the Children (intro)

17 – Siege Of Power

18 – How The Years Condemn

19 –  Retreat To Nowhere

20 – Lowlife (Cryptic Slaughter)

21 – Nazi Punks Fuck Off ( Dead Kennedys)

22 – Persona Non Grata / Smear Campaign

 

Para ver mais fotos clique aqui ou aqui!


Deixe seu comentário


Rock de Verdade - Todos os direitos reservados
-->