NDK lança seu novo EP “Impermanência”

O eterno agora, em constante mutação. Assim se define o quarteto Paulista NDK, que se prepara para lançar o seu terceiro álbum (EP) intitulado “Impermanência”, exatamente colocando em pauta o início e o fim de todas as situações, os ciclos, o autoconhecimento criado por momentos como a meditação, a reflexão e o ato pensante como um todo.

Pensar na impermanência, é importante para te puxar para fora da autoimagem, também conhecida como ego. Para livrá-lo de um conceito e lembrá-lo de quem você realmente é. Estamos buscando novas vivências, novos estilos de vida e de pensamentos. Queremos mostrar e compartilhar isso com todos, dizer que a cura que precisamos, muitas vezes está mais perto do que parece”.

Somado a temática inspiradora, o grupo optou por um estilo de produção diferente do comum, e juntou um grupo com quatro produtores musicais para participar do trabalho, cada um assumindo a produção de uma faixa do EP. (Com exceção de Rodrigo Castanho que produziu duas faixas) São eles: Tomás Magno, Paulo Vaz (Supercombo), Raul Alaune e Rodrigo Castanho.

Gravado entre os meses de Maio e Julho de 2017, o EP conta com cinco faixas inéditas. As músicas são todas do grupo, e as letras contam com colaborações de grandes compositores nacionais, como Bozo Barretti (Ex Capital Inicial), Marcelo Mira (Alma Djem) e Rodrigo Gianotto. O lançamento acontece este mês nas plataformas digitais e em Outubro com um show exclusivo em São Paulo, no Centro Cultural Rio Verde.

A arte ficou por conta de Will Minetto, figurino por Renato Pinhel e a direção executiva de Julio Quatrucci (74 Entretenimento). O último trabalho do grupo foi lançado em 2015, financiado pelos próprios fãs e gravado no lendário estúdio Toca do Bandido, no Rio de Janeiro.

Ouça:

Foto: Camila Cara (Divulgação)

 

Deixar comentário(s)

comentários

Zeca

Procura no google