Resenhas 

Os batimentos acelerados do Branco Ou Tinto

 

A banda de rock’n’roll cuiabana Branco Ou Tinto promove o pré-lançamento virtual de seu CD “50 Segundos” desde quarta-feira, 20 de novembro. Produzido por Tchucka Jr, o álbum tem 10 faixas, das quais, três foram disponibilizadas em streaming no site oficial da banda (www.brancooutinto.com).

 

O título do álbum refere-se ao tempo que o coração leva para bombear sangue por todo o nosso organismo, ou seja, de maneira orgânica e fisiológica, o tempo de uma vida. De maneira conceitual, e já relacionada à obra, o período existencial contido nesses 50 Segundos e suas canções. E o conceito não para por aí, pois foi a maneira escolhida por Welliton Moraes (vocal/guitarra), Thiago Araújo (contrabaixo) e Marcus Tubarão (bateria) para expressar o período dos últimos 24 meses na vida deles. O visual do álbum foi todo ilustrado pelo artista Fábio Biondo, da Hand Jab Studio de Curitiba (PR).

 

 

“Mas algumas dessas canções já existiam antes mesmo da banda, caso de Todos Culpados, Confissão sem Culpa, O Amor Caiu em Desuso e Coração de Plástico”, conta o guitarrista e vocalista Welliton Moraes.

 

O som dos caras é fortemente calcado no blues e no rock sulista norte-americanos, mas a cara, a pegada e as letras autoexpositivas são típicas da vida sertaneja urbana do Brasil. Enquanto o americano médio canta as dores da vida coletiva e da lida no campo, o Branco ou Tinto prefere mergulhar nas paisagens áridas existentes na alma de todos, mas muito mais evidentes no coração, nervos e sangue dos artistas, especialmente dos que vivem em meio ao nada existencial, político e sociocultural reservado aos habitantes do extremo Centro-Oeste.

 

 

A imagem que vem à mente remete a algo semelhante aos descampados (secos, dolorosos) do cerrado invadindo a carne e atravessando as fendas da alma e da poética artística do rock’n roll em seus momentos mais puros. Sorte que há o refrigério das cachoeiras e do Pantanal, ainda que esses sejam só perceptíveis entrelaçados às melodias e reservados para alguns momentos.

 

50 Segundos começou a ser gravado no início de 2012, mas as canções – exceto as citadas pelo guitarrista – foram sendo compostas no decorrer dos últimos cinco anos de estrada que a banda percorreu até o início das gravações. Os planos do Branco ou Tinto são grandiosos e incluem uma turnê nacional seguida do lançamento em casa, a velha e quente Cuiabá, no dia 07 de dezembro, em um formato completamente inédito por estas paragens, mas sobre isso, falaremos em outro material, nos acompanhe no facebooktwitter, no nosso blog e site oficial.

 

Written by 

Matérias Relacionadas