Pelo Facebook, irmão detona filho e ex-mulher de Chorão

Ricardo Abrão, irmão do falecido vocalista Chorão, líder do Charlie Brown Jr, fez uma publicação no Facebook onde critica Alexandre Abrão e Thaís Lima, respectivamente filho e ex-mulher do cantor.

Indignado com o musical “Dias de luta, dias de glória“, dirigido por Bruno Sorrentino, Ricardo Abrão fez revelações sobre Thaís Lima, que, de acordo com o próprio, deve ser incluída no projeto. Segundo Ricardo, Thaís teria pensado em abortar Alexandre Abrão, porque eles não eram “da altura deles”, em menção à família da ex-mulher de Chorão.

Ricardo Abrão afirmou que Chorão flagrou Thaís Lima dentro de um carro com outro homem, no primeiro ano de casamento. “Meu irmão quebrou a cara dela, quebrou a cara dele e também seu carro. Posso provar, existe B.O., foi aí então que acabou o casamento”, disse. Ao longo da publicação, Ricardo chama Alexandre Abrão de “podre Xandi” e Thaís de “santa”, com ironia.

Sobre o musical “Dias de luta, dias de glória“, Ricardo Abrão disse que a proposta de tributo a Chorão, cuja morte completou dois anos na última sexta-feira (6), não tem sido respeitada. “Tributos tem que ser verdadeiros“, afirmou Ricardo. O irmão do vocalista também direcionou críticas ao ator e músico Julio Cesar Hasse, que fará o papel do líder do Charlie Brown Jr na peça. “[…] não passa de um filho da… porque nós o recebemos aqui em casa por diversas vezes. Ele tem conhecimento dos fatos e se mostrava indignado com a situação e agora, por conta de prestígio ou dinheiro, se uniu ao podre Xandi (filho de Chorão), esse mesmo que o xingou bastante“, disse.

Até o momento, Alexandre Abrão não se manifestou publicamente sobre as acusações de Ricardo Abrão. Procurada pelo site Ego, Thaís Lima disse que não iria comentar sobre o assunto. “Não quero falar algo, não há nada que eu tenha a rebater. É algo tão fora de contexto“, afirmou. A S3 Produções Artísticas, responsável pelo musical “Dias de luta, dias de glória“, emitiu um comunicado pelo Facebook em que rebate as críticas de Ricardo. “Por que,ao invés de denegrir a imagem dos outros, não trabalha na tentativa de se reerguer e conquistar um espaço próprio para sua realização. Ou, quem sabe, cuidar dos processos na justiça que já constam em seu nome?“, questiona a publicação.

Veja a publicação de Ricardo Abrão e a resposta da produtora responsável pelo musical “Dias de luta, dias de glória“:

Fonte: Igormiranda.com.br

Deixar comentário(s)

comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *