Notícias Politica 

Reunião de The Smiths é negada por guitarrista Johnny Marr

Depois de surgirem mais rumores sobre o retorno do The SmithsJohnny Marr, mais uma vez, mostrou que isso não vai acontecer. O guitarrista vem negando a reunião desde que o vocalista do The SmithsMorrissey, assumiu um posicionamento político de extrema direita. Mas pelo menos desta vez, Marr se divertiu um pouco depois de um fã pedir para que ele confirmasse a suposta turnê no Twitter

Preciso muito saber se vai acontecer para que eu possa conseguir um empréstimo e vender tudo o que possuo para ir a todos os shows“, escreveu o fã. Marr respondeu o tuíte: “Com Nigel Farage na guitarra“, referindo-se ao líder do Partido Brexit de extrema direita. A resposta do guitarrista deu a entender que seria mais fácil para Morrissey ensinar o político a subir no palco para dedilhar as notas de abertura de “How Soon Is Now?” do que Marr fazer isso. 

Embora os músicos tenham sido melhores amigos e parceiros criativos, atualmente, os posicionamentos políticos de cada um são extremamente diferentes. Morrissey, por exemplo, participou do The Tonight Show, estrelado por Jimmy Fallon, com um bottom de apoio ao partido de extrema direita da Grã-Bretanha e desde então, tem sido alvo de críticas. Enquanto Marr, possui um posicionamento político de esquerda e canalizou todo o desespero pós-Brexit no álbum solo, Call The Comet, lançado em 2018.

Não se sabe ao certo do porquê de esses rumores estarem surgindo, visto que uma reunião seria impensável atualmente. O que sabemos é que alguns shows de Morrissey não tem tido uma repercussão muito boa depois que ele tomou seu posicionamento político público. Em um show em Portland em Outubro, o músico expulsou duas pessoas que estavam com cartazes de protesto que o desagradaram. “Vamos ser sinceros, quando esse cartaz ou vocês desaparecerem, eu continuo. Fora daqui! Fora. Não preciso de vocês.”, disse Morrissey.

A história não parou por aí, ele ainda fez um post nas suas redes sociais com uma foto de um show em San Diego com a legenda: “sem ‘ofendidos politicamente’ (como os que foram pagos e plantados pela imprensa britânica)”, referindo-se ao ocorrido no show de Portland. Vale lembrar que os shows dessa turnê americana estavam com baixa procura pelos ingressos, chegando a ter alguns setores sendo vendidos por apenas 7 dólares, na tentativa de desencalhar os ingressos. Tendo a imprensa britânica pago ou não os manifestantes, a turnê já estava com baixa procura.

Written by 

Matérias Relacionadas