Bandas 

Skinnerhate


 

A história do Skinnerhate teve seu início em janeiro de 2009, quando coincidentemente Vander Amorin e Lucas Velloso se conheceram em um grupo de conversação na internet e poucos dias depois decidiram formar uma banda.

 

A jornada em busca de um vocalista e um baterista teve seu início pela internet, até que por volta de agosto o baterista Leonardo Sampaio viu um anúncio, se interessou pelo projeto e entrou em contato com Lucas e após um ensaio tornou-se baterista do grupo… e a busca pelo vocalista continuava enquanto Vander apenas “quebrava galho” cantando durante os ensaios.

 

Neste meio tempo, a banda que até então não tinha nome, foi batizada como “Skinnerhate” que não é nada mais nada menos que uma mistura de palavras feitas por Vander; em uma tradução ao pé da letra seria algo como “Ódio do Peleiro” ou “Peleiro de Ódio” mas o grupo não assemelha nenhum destes como significado do nome, cada pessoa tem liberdade de interpretá-lo da maneira que lhe convenha.

 

Em novembro Marcelo Barreto (Marcelão) conheceu o grupo e tornou-se o primeiro vocalista definitivo.

 

Já no final do ano a banda começou a trabalhar em sua primeira composição própria intitulada como “4.Zero“, que mais tarde foi publicada em um vídeo de ensaio na internet e apesar da baixa qualidade de gravação, a proposta de som do Skinnerhate foi muito bem recebida pelos internautas.

 

Marcelão saiu da banda em agosto de 2010 devido a diferenças musicais. Mais uma vez o Skinnerhate estava à procura de ‘novas cordas vocais’.

 

Durante alguns meses a banda realizou experiências com candidatos à vocalista chegando a ter Daniel Lara como membro por algum tempo, mas novamente por diferenças de estilo, não deu certo. Foi apenas em torno de abril de 2011 que Vander Amorin (que até então assumia apenas as guitarras e backing-vocals) uniu a necessidade de encontrar um vocalista com a vontade que sempre teve de cantar e tornou-se definitivamente o vocalista e guitarrista do grupo.

 

Em perfeita harmonia e com força total o trio Vander, Lucas e Leonardo se dedicaram ao máximo às composições próprias, inclusive finalizando músicas compostas em meio aos ensaios/testes – entre elas a discretamente conhecida “4.Zero“. Já em setembro do mesmo ano as gravações do EP/Demo “About 7 Children” foram iniciadas.

 

No mesmo mês a banda participou da 8ª edição do “Força Metal“, em Ribeirão Preto, sendo muito bem recebida e apreciada pelo público.

 

Dia 11 de novembro de 2011 “About 7 Children” foi completamente liberado para download no site oficial. Em menos de um mês o EP obteve mais de 200 downloads em todo o Brasil e mais de 500 visualizações no You Tube, resultado muito além do esperado pela banda.

 

Em abril de 2012 a banda passou a contar com mais um membro em sua formação. Giovanny Maglia, que já era amigo dos demais e vinha acompanhando o trabalho do grupo há algum tempo, entrou ocupando o posto de guitarrista e backing-vocal.

 
Já no finalzinho do ano o Skinnerhate entrou em estúdio para gravar o single “Hollow Promise“, que foi lançado no dia 28 de dezembro.
A banda tem em andamento um novo EP, que está sendo produzido por André Leite (ex Hangar, Iahweh), porém, o material não tem data prevista para ser lançado.

 

facebook: facebook.com/Skinnerhate

twitter: @Skinnerhate

 

Written by 

Matérias Relacionadas