Slash comenta sobre a produção do novo álbum "World On Fire"

Slash recentemente divulgou a capa, nome e data de lançamento de seu mais novo trabalho, o álbum “World On Fire”, com data para ser lançado no dia 15 de Setembro. E entrevista ao Music Radar sobre o novo álbum Slash disse:

“Eu escrevi a maioria das músicas quando eu estava em turnê com ‘Apocalyptic Love’. Você sabe, simplesmente sentado nos camarins e em um quarto de hotel por um ano, eu acumulei essas ideias. Então em setembro [2013], eu sentei e vi tudo que eu tinha gravado em meu telefone e escolhi umas 20 ideias diferentes e então nós fomos para pré-produção em outubro e começamos a fazer jams. Nós estivemos lá por alguns meses, no estúdio Mates em Los Angeles. Houve todo esse processo e uma vez que as músicas estavam ensaiadas, nós trouxemos o produtor Mike Baskette. E nós começamos outra fase, passando um pente fino em tudo e completando os arranjos. Myles chegou e começou a trabalhar em seus vocais… e nesse momento nós estivemos prontos com tudo e estávamos prontos para sair. Foi um processo muito rápido no estúdio.”

“A única coisa sobre este disco é que é quase como se eu mesmo o estivesse escrito, teve muito pouco esforço. E isso acontece bem raro, quando há uma certa energia que carrega o processo criativo e é quase como se você não estivesse mais em controle de você mesmo e você simplesmente vai com a onda. É assim que foi feito o disco. Não consigo pensar em outras influências além de seguir esse fluxo criativo.” continuou Slash.

“Eu acho que basicamente todos são ótimos músicos de Rock and Roll. Eles são reais músicos de rock em seu coração – bem no fundo. Então quando nós nos juntamos, nós criamos certas químicas. Nós começamos com certo tipo de química e evoluímos dali. Neste ponto, todos se sentem bem confortáveis sendo eles mesmos. Por exemplo, este é provavelmente um dos melhores discos de Brent [Fitz, baterista] como músico, podendo fazer todas as coisas que ele queria fazer. E o mesmo com Todd [Kerns, baix] e o mesmo para mim, mas ter tantas seções rítmicas significa que realmente temos que colocar umas guitarras fodidas em cima disso. Outra coisa legal é que Mike Baskette foi ótimo. Uma das razões de eu querer trabalhar com ele, é que ele ama guitarra  isso é raro […].” disse.

Slash e sua banda Myles Kennedy & The Conspirators gravaram 17 músicas para o sucessor de “Apocalyptic Love”.

Deixar comentário(s)

comentários

Zeca

Procura no google