Notícias 

Tommy Lee do Motley Crue se indigna com trabalho escravo de animais na Grécia

Depois de visitar Santorini e ver em primeira mão a crueldade que os burros e mulas usados ​​nas viagens de “táxi” são submetidos na ilha grega, o baterista do MÖTLEY CRÜE , Tommy Lee – nascido em Atenas – enviou às autoridades gregas uma carta em nome da PETA nesta manhã exigindo uma fim da prática.

Sinto-me honrado por ter nascido em Atenas e, onde quer que viaje com o MÖTLEY CRÜE, proclamo com orgulho minha herança grega“, escreve Lee. “Mas há um problema que azeda a reputação da Grécia que espero que ajude a resolver: o abuso repugnante de burros e mulas quebrados, feitos para arrastar turistas pelas colinas íngremes de Santorini.

Lee ressalta a crueldade de forçar burros e mulas a transportar seres humanos para cima e para baixo nos 500 degraus do porto até a cidade velha de Firá – e diz que a exposição de testemunhas oculares da PETA Alemanha, que revelou que os manipuladores chicoteavam e batiam em burros e mulas. com paus, os animais tiveram acesso a comida e água, e os burros e mulas foram forçados a trabalhar sob o sol escaldante “me assombra“.

A PETA – cujo lema diz, em parte, que “os animais não são nossos para se divertir” – se opõe ao especismo, que é uma visão de mundo supremacista humana.

Veja abaixo a carta de Lee para ministrar o desenvolvimento agrícola e alimentar aoMakis Voridis.

“Caro Ministro Voridis, sinto-me honrado por ter nascido em Atenas e, onde quer que viaje com o MÖTLEY CRÜE , proclamo com orgulho a minha herança grega. Mas há um problema que agrega a reputação da Grécia que espero que ajude a resolver: o abuso repugnante de – burros e mulas feitos para levar turistas até morros íngremes em Santorini. Eu visitei a ilha neste verão em uma viagem de iate – ancoramos lá por dois dias e me recusei a andar de burro até o centro da cidade. Acabei de ver essa história na CNN e decidi me juntar aos meus amigos da PETA para tentar impedir essa crueldade. Fiquei especialmente irritado ao saber que uma lei foi aprovada há alguns anos atrás para ajudar os burros não serem cumpridos. Em vez disso, eles se amontoam em burros em dificuldades, que são forçados a transportar seres humanos para cima e para baixo nos 500 degraus do porto até a cidade velha de Firá várias vezes ao dia. Selas mal ajustadas causam feridas inflamadas que freqüentemente os animais não têm proteção contra o sol escaldante da Grécia e raramente recebem breves pausas. Eles até têm comida e água negadas. Os vídeos desses animais sofrendo me assombram.

Entendo que você tem o poder de acabar com essa crueldade e tornar Santorini hospitaleiro para turistas e animais. Por favor, ponha um fim imediato à crueldade à moda antiga dos ‘táxis animais‘. Aguardo sua resposta, obrigado pelo seu tempo e consideração.

Atenciosamente Tommy Lee.”


Written by 

Matérias Relacionadas