Notícias 

Yannick Hara, cantor que se inspira no universo geek, se apresenta no Sesc Belenzinho

No próximo dia 31 de janeiro, no Sesc Belenzinho,  o cantor e compositor Yannick Hara apresenta show de lançamento do seu segundo disco, O Caçador de Andróides, divulgado em 2019. Inspirado no livro “Andróides Sonham com Ovelhas Elétricas?”, do escritor Philip K. Dick, que originou o filme “Blade Runner” (1982) do diretor Ridley Scott e trilha sonora de Vangelis e “Blade Runner 2049” do diretor Denis Villeneuve e trilha sonora de Hanz Zimmer e Benjamin Walfisch. O repertório remete ao universo cyberpunk, em um futuro distópico, versando sobre as relações humanas, a alta tecnologia e a baixa qualidade de vida. Em um show teatral, performático e com efeitos especiais, a sonoridade segue, ainda, influências do dubstep, big beat, cloud rap, trap e synth pop .

Nascido e criado no centro de São Paulo, Yannick Hara é um artista independente que não segue os padrões tradicionais do gênero rap. Enquanto a maioria dos MCs falam do dia a dia nas periferias, críticas ao sistema ou – até mesmo – sobre amor, festas e luxo, Yannick buscou inspiração em mangás, animes, na cultura geek e cyberpunk para escrever suas letras.

Crédito: Tiago Santana

Em 2016, Yannick Hara lançou o seu primeiro EP intitulado “Também Conhecido Como Afro Samurai” baseado no mangá e anime Afro Samurai do escritor Takashi Okazaki. O disco de 8 faixas teve a produção de Paulo Júnior e Everton Beatmaker e contou com as participações de Paula Malvar da banda Vó Tereza, Petrus da ODB, Dieguito Reis da Vivendo do Ócio e Keops e Raony do Medulla.

Em novembro de 2019, o artista lançou o seu segundo disco intitulado “O Caçador de Androides”. A narrativa sonora do disco traz o Trap, Cloud Rap, Dubstep, Synthwave, Vaporwave, Synthpop, Punk, Pós punk e o Big Beat, e conta com as participações de Clemente das bandas Inocentes e Plebe Rude, Rodrigo do Dead Fish, Keops e Raony, Rike do NDK, Moah da banda Lumiére, do poeta Rafael Carnevalli, da cantora Sara Não Tem Nome e do rapper paraense Cronixta.

Com Yannick Hara (voz) e Paulo Ribeiro (DJ), o show terá participações de Sara Não Tem Nome, Clemente (Inocentes) e Rodrigo Lima (Dead Fish).

SERVIÇO:

Data: 31 de janeiro
Horário: 21h
Duração: 1h30
Local: Teatro
Ingressos: de R$9 até R$30
Endereço: R. Padre Adelino, 1000 – Belenzinho, São Paulo
Mais informações aqui.

Written by 

Matérias Relacionadas