Zakk Wylde faz show histórico em São Paulo

Na noite do último sábado (22/08) o público paulista presenciou um dos shows mais esperados do ano: Zakk Wylde! A turnê prometida desde o início do ano tinha um toque a mais, que tornava a apresentação especial: o show seria em formato acústico! Ou seja, tudo conspirava para que o show fosse no mínimo inesquecível e com certeza prometia entrar para a história.

O site Rock De Verdade conseguiu uma das poucas credenciais para fotografar o show, inclusive esse que vos fala seria o responsável em fazer as imagens, como de praxe em todas as coberturas que o site se propõe a fazer. A assessoria de imprensa com a qual temos um ótimo relacionamento se mostrou super prestativa e aparentemente tudo estava sob o controle. Mas ao chegar à casa para retirar a credencial e poder me preparar, recebi a notícia que o Tour Manager do artista estava vetando todos os fotógrafos que haviam sido credenciados. Sendo assim, exclusivamente no post de hoje, as fotos serão de autoria do fotógrafo da assessoria.

Mas o fato é que a casa estava simplesmente abarrotada de gente e os fãs fizeram questão de se fazerem presente na longa fila que se formou na porta da casa desde as primeiras horas da tarde. O show marcado para as 19:00 começou pontualmente com as cortinas se abrindo e a figura do grande Zakk Wylde  e do guitarrista Dario Lorina empunhando seus devidos violões e um teclado ao lado, o que indicava que o show seria do mais alto nível.

Como todos estão acostumados a ver e ouvir o furioso Zakk com músicas pesadas e agressivas, seja no Black Label Society, nas músicas do Ozzy ou com o Pride & Glory, os primeiros acordes no violão serviram para mostrar como a noite seria dali em diante. A grande expectativa era ouvir as músicas do aclamado “Book Of Shadows”, o disco lançado em 1996 com algumas músicas em versões acústicas, mas de fato, ouvir o que normalmente saem de poderosas palhetadas em forma de dedilhadas e acordes simples, tornou o show muito mais interessante.

O show com suas 2 horas de duração matou a vontade de todos os presentes. Os dois músicas se revezavam entre o violão e o teclado, dando novas roupagens a músicas como “Machine Gun Man“, “Suicide Messiah” e “Dying Time” e fazendo versões extremamente maravilhosas para as já excepcionais “Losin’ Your Mind” e “Sold My Soul“.

Durante todo o show foi possível ver a alta qualidade musical, de ambos os guitarristas com solos e improvisos de dar inveja a muitos músicos. Os grandes destaques ficam por conta das excelentes versões para “Stillborn” e a emocionante “Throwin’ It All Away“.

Sou obrigado a dizer que talvez esse tenha um dos melhores, senão o melhor, show que eu já vi, de altíssima qualidade!

Setlist:

1 – Losin’ Your Mind
2 – Suicide Messiah
3 – Road Back Home
4 – Spoke in the Wheel
5 – Machine Gun Man
6 – Sold My Soul
7 – In This River
8 – Scars
9 – Empty Promises
10 – Throwin’ It All Away
11 – The Blessed Hellride
12 – Dying Time
13 – Stillborn

Zakk Wylde – vocal, violão e teclado
Dario Lorina – backing vocal, violão e teclado

Showzão!

Fotos: Edu Lawless
Autor: Loos
Editor chefe: Will Batera

Written by 

Matérias Relacionadas