Notícias 

Bon Scott seria demitido do AC/DC após overdose, revela ex-baixista

 

A biografia “The Youngs: The Brothers Who Built AC/DC” fala sobre a história dos irmãos Malcolm e Angus Young, que lideraram a formação do AC/DC desde os primórdios, no início da década de 1970.

 

Para se chefiar um grupo de sucesso, é preciso ter pulso firme. E o baixista Mark Evans deixou evidente que algumas coisas eram dificilmente perdoadas pelos irmãos Young, como o vício em drogas do ex-vocalista Bon Scott.

 

Bon Scott acabou falecendo em 1980, vítima de um envenamento acidental, causado por ingestão exagerada de álcool – a hipótese principal é que ele tenha morrido asfixiado por seu próprio vômito após uma noite de abuso de álcool.

 

Mas cinco anos antes, quando a banda ainda nem havia explodido para o mundo ainda, ele estava envolvido com uma droga muito mais fatal: a heroína. “Quando lançamos nossos primeiros discos na Austrália, em 1975, Bon Scott teve uma overdose de heroína”, conta Mark Evans ao autor do livro, Jesse Fink.

 

A ideia de buscar um vocalista parecia não ser apenas dos irmãos Young. “Ficamos todos em dúvida no que dizia respeito ao seu comportamento. Até comentamos sobre buscarmos um novo vocalista. No entanto, foi apenas um incidente isolado”, disse Evans.

 

 

Fonte: revista.cifras.com.br

Avatar

Written by 

Matérias Relacionadas