Resenhas 

No ritmo do John Taylor

Olá leitor antigo e/ou novo! Tudo bem?

Em meu post sobre Duran Duran, comentei que estava lendo empolgadamente a biografia do John Taylor, lembram? Ele é meu baixista favorito, e meu sonho de 2 anos atrás era ter o mesmo corte de cabelo que ele na época de ouro do Duran.

O Nigel (entendedores entenderão) lançou em 2012 sua biografia, “In The Pleasure Groove“, e em Janeiro deste ano, a Benvirá trouxe-a para nosso país (aqui saiu como “No Ritmo do Prazer“). Foi uma certa surpresa; Achava que eu em meu mundinho era um dos 10 brasileiros espalhados por aí que gostavam de “discos completos” da banda – e não só de singles com Save a Prayer. Podem me chamar de otário nos comentários, por que o que descobri foi que o Duran Duran tem uma fanbase forte até hoje, e estou muito orgulhoso disso (um alô pro pessoal da fanpage no Facebook)!

Bom, No Ritmo do Prazer foi uma leitura muito prazerosa (agora que percebi a redundância dessa frase, hahaha). O John Taylor tem um jeito especial de fazer a gente se sentir parte da história. Era só fechar os olhos que já estava no Rum Runner – ou roubando a pintura que estampa a capa de “Rio” do escritório dos ex-empresários da banda. Além disso, MAN… O cara sabe falar de música! Eu e ele compartilhamos opiniões tão similares dos primeiros álbuns do Duran – mas ele se expressa melhor que eu. John é bastante poético, e dá pra sentir isso no livro.

Fãs da banda (como eu e provavelmente você) vão poder conferir em detalhes minuciosos os bastidores dela em seu auge. John fala das drogas, tensões, romances, divórcios, depressão e até cita bootlegs pra gente ouvir! O livro é cheio de fotos (a Benvirá mandou muito mantendo as páginas coloridas em papel fotográfico) e realmente, o que senti mais falta MESMO foi de detalhes sobre a vida recente de John. E… Se você não for fã (tá na hora de ser, né?), mesmo assim poderá se deliciar com o relato de um jovem que viveu a luxúria da era de sexo, drogas e rock’n’roll da música. No fim, é um livro que – creio eu – vai agradar todos os entusiastas de música, anos 80, DD e New Wave. Recomendo! 4.5/5

Ah! Antes de ir, um obrigado especial para as editoras Benvirá (especial duplo pelo livro!) e Penguin e para a fanpage do livro no Facebook pelas imagens usadas aqui!

Avatar

Written by 

Matérias Relacionadas