Entrevistas Notícias 

Paul Stanley diz que reunião de formação original do Kiss é impossível

Em recente entrevista para o programa “Jim & Sam Show” do SiriusXM foi perguntado ao guitarrista e vocalista do Kiss, Paul Stanley, o que ele achava sobre a expectativa dos fãs quanto a uma possível reunião com a formação original da banda, no entanto, a resposta não foi nem um pouco positiva (conforme transcrito por Blabbermouth): “Bem, os quatro originais são os quatro originais. Fomos nós que começamos isso e criamos o modelo que ainda defendemos até hoje (…). Tivemos momentos incríveis e fizemos coisas fenomenais juntos que me liga a eles [ex-integrantes da banda] para sempre. Mas isso não é um conto de fadas, não termina aí”.

Em seguida, Paul compara a ideia com um relacionamento, anulando todas as possibilidades de o grupo voltar a se reunir como era antes: “Acho que as pessoas anseiam por algo que é – eu iria dizer que ‘impraticável’. Eu diria impossível. É ótimo recordar, mas não é tão diferente do que se você terminasse com alguém e anos depois você pensasse, ‘Uau. Por que isso aconteceu? Deixe-me voltar’. Você volta e não é mais a mesma coisa. E você rapidamente percebe, como nós, por que não funcionou da primeira vez. É por isso que não funcionou da segunda vez” em referência a primeira tentativa em retomar a formação original, que aconteceu de 1996 a 2002.

O Kiss teve seu início em 1973 e além de Paul, também contava com o baixista/vocalista Gene Simmons, o baterista Peter Criss e o guitarrista Ace Frehley, sendo estes dois últimos substituídos posteriormente.

Confira a entrevista logo abaixo:

Written by 

Matérias Relacionadas