Notícias 

Vocalista do Capital Inicial comenta porque fala tanto "cara"

Dinho Ouro Preto comanda os microfones do Capital Inicial desde o início da banda em 1982 e com certeza tem muitas histórias para contar. No auge de seus 50 anos o músico mostra uma aparência física bem conservada, recentemente ele deu uma entrevista falando sobre diversos assuntos entre eles: drogas, traumatismo craniano, filhos e saúde, ele explicou o motivo de falar tanto “cara” quando se pronuncia.

O bate papo foi conduzido pelo site UOL e quando perguntado sobre o fato de usar a palavra “cara”, Dinho deu a seguinte resposta: “Acho que eu falo quando fico nervoso. Eu vi depois o vídeo do meu discurso no Rock in Rio. Falo 43 “caras” em um minuto. Que vergonha! Gente, que mico (risos). Eu não percebi. Era nervosismo. Foi durante um discurso político, e eu queria dizer uma coisa que acho que saiu atravessada. Acabei falando de um personagem menor, que era o deputado Natan Donadon, que havia sido julgado pela câmara, e haviam preservado o mandato dele. Era um personagem menor da política brasileira. Não queria ter falado do sujeito”.

E completou explicando também que normalmente não fala tanto essa palavra e que se articula bem. “Eu senti que eu tropecei, sacou? E aí, pelo nervosismo, pensei: ‘Putz, isso começou errado. Não devia nem ter começado. Devia ter dito outra coisa’. E aí o ‘cara’ serve quase como uma muleta. Mas normalmente eu não falo assim”, disse Dinho.

Avatar

Written by 

Matérias Relacionadas