Notícias 

Vocalista do Weezer diz que era muito fã de Nirvana

Rivers Cuomo é o líder do Weezer e o músico entrou em contato com a revista Rolling Stone EUA para contar que era muito fã do Nirvana. Cuomo fez uma declaração extensa falando sobre sua difícil relação de amor com os grandes do grunge.

Na primeira parte da publicação, Rivers diz: “De certa forma, eu sinto que era o maior fã do Nirvana nos anos 1990. Sei que tem um zilhão de pessoas que alegariam a mesma coisa, mas eu era tão apaixonado pela música da banda que ficava doente. Partiu meu coração. Posso apontar o momento exato quando soube da existência do Nirvana: eu trabalhava na Tower Records, na Sunset Boulevard, em 1990, vivendo meu ano de transformação entre ser um guitarrista de speed-metal da Nova Inglaterra e um cantor e compositor alternativo”.

Continuou o relato com as seguintes palavras: “Um pouco depois, eu estava em uma banda chamada Fuzz, com o Pat Wilson, do Weezer. A gente ouvia o disco Bleach toda noite antes de ensaiar. Foi nessa época que eu comecei a cantar – ate então, eu era apenas guitarrista – e eu soava como Kurt, muito Seattle. É bem difícil ouvir isso agora. Kurt foi o melhor cantor de todos os tempos, no meu gosto, mas eu estava basicamente tentando cantar com uma voz que eu não tenho”.

A declaração na íntegra de Rivers Cuomo pode ser conferida aqui.

Fonte: Rolling Stone Brasil

Avatar

Written by 

Matérias Relacionadas