Bandas 

Andranjos

 

QUANDO MEU CORAÇÃO PARAR

GRAVADO EM 2007 no estúdio Porto Juá (Juazeiro-BA) por Van Lima (vocal), Peterson (guitarra), Júnior (guitarra), Jeferson (baixo) e Felipe (bateria) com o auxílio do produtor musical Albérico, Quando Meu Coração Parar é o primeiro disco da banda Andranjos após uma demo sem título gravada no mesmo ano. O cd foi lançado em 2007 e é repleto de batidas grunge e refrãos marcantes.

 

O DISCO COMEÇA com um baixo que anuncia o início do “Caos” cantado na primeira faixa, que tem um refrão já bastante conhecido no cenário alternativo da região e já virou até comunidade em site de relacionamentos, seguindo a 200 km/h até a canção seguinte sem perder a linha pós-grunge proposto desde cara. “Qual a Distância do Infinito?”, uma das melhores do disco, lembra a ótima “School” do disco de estreia do Nirvana, e propõe um título reflexivo. A quarta faixa já traz um pouco do metal alternativo e tem até espaço para um hardcore bem encaixado seguido de um refrão melódico, a exemplo de “Deixado para Trás”, a de número sete. “Homo Sapiens” possui uma introdução criativa e com ótimas variações, aproveitando bem cada instrumento ao longo de seus quatro minutos, a faixa de encerramento, fugindo da temática do disco, entra quase como um bônus track acústico.

 

 

 

O FIM DO SILÊNCIO

GRAVADO EM 2012 no estúdio Porto Juá (Juazeiro-BA) por Van Lima (vocal), Jocí (guitarra), Fábio (guitarra), Giovanni (baixo) e Dhiogo (bateria) com o auxílio do produtor musical Albérico, O fim do Silêncio é o segundo disco da banda Andranjos após 5 anos sem lançar material inédito. O cd foi lançado em 2012. Com guitarras pesadas, bateria pulsante e letras que retratam o dia a dia do mundo em que vivemos. ‘‘O fim do silêncio’’ chegou pra derrubar barreiras, quebrar correntes e proporcionar aos ouvintes um sentimento de paz dentro de si.

 

O DISCO COMEÇA com a música ‘‘O POETA LOUCO’’. São mais de 6 minutos de música, mudanças de melodia, solos, letra forte e uma pegada cheia de energia pra dar início ao disco. As músicas ‘‘ANJOS’’ e ‘‘AMANHÃ’’ dão um som mais grunge ao disco. Entre essas duas músicas vêm ‘‘A CADA AÇÃO TEM UMA REAÇÃO’’, música pesada, com letra impactante, capaz de nos proporcionar sentimentos distintos ao mesmo tempo em que curtimos. ‘‘UMA BRISA SUAVE’’ surge no meio do disco como uma canção mais balada, porem não menos verdadeira. A música ‘‘PAZ trás uma letra que retrata todo o nosso cotidiano. É um protesto direto, junto com o som pesado dos instrumentos. ‘‘O CARETA’’ tem uma pegada mais hardcore do início ao fim, uma ótima música pra agitar. Ainda no hardcore vem a música ‘‘O TEMPO E A ETERNIDADE’’, com uma pegada também de rock progressivo, o que deixa a música bastante interessante. Pra encerrar o disco vêm‘‘A CURA E O MILAGRE’’, uma balada que trás consigo uma última mensagem. Mensagem essa que retrata o que a Andranjos sempre seguiu, a vontade de nunca DESISTIR.

 

 

 
A Andranjos é uma banda de Rock, oriunda da cidade de Petrolina-PE. A banda surgiu no início de 2004 quando três amigos que tinha em comum o amor pela música resolveram se juntar e formar um grupo musical para tocar as musicas que gostavam. Com o passar dos ensaios e dos shows, o projeto foi ficando mais sério. A cada show que fazia a banda conquistava cada vez mais admiradores e fãs. Fãs esses que contribuíram para que a banda pudesse lançar o primeiro CD em 2007, intitulado “Quando meu coração parar”.

 

Já se fazem 8 anos que a Andranjos está na ativa, conquistando mais espaço na cena independente do nordeste e tocando em eventos cada vez maiores como a 16º (2010) e a 18º (2012) edição do Palco do Rock em Salvador – BA, onde a Andranjos foi selecionada entre quase 200 bandas de todo o Brasil para compor a grade dos 04 dias do festival que é referência nacional por ser um dos principais eventos de ROCK independente. Recentemente (Outubro de 2012) a banda foi mais uma vez selecionada, desta vez para compor a grade do Festival Feira Noise, mais um grande festival independente que acontece anualmente na cidade de Feira de Santana-BA. Com shows também nas cidades de Exu-PE e Serra Talhada-PE pelo (Festival Pernambuco Nação Cultural), Floresta-PE (Grito Rock 2011). No ano de 2010 a banda foi selecionada para tocar no Umbuzada Sonora (FESTIVAL CONEXÃO VIVO) e no Raiz & Remix Festival na cidade de Petrolina-PE.

 

Vale destacar também a homenagem feita juntamente com o cantor Targino Gondim ao mestre Luiz Gonzaga, em um especial da TV Grande Rio (Globo) de Petrolina-PE. São diversas as apresentações em TV e Rádios da região São Franciscana. Com a música “Caos” a banda está presente na 1ª Coletânea de bandas independentes do Brasil. Promovida pela maior comunidade de bandas independentes do Brasil na internet.

 
Através de suas canções a banda procura passar ao ouvinte a mensagem de que não devemos nos conformar com a atual situação em que se encontra o mundo em que vivemos. Que precisamos lutar, enfrentar os obstáculos encontrado no dia a dia. As composições buscam também fazer com que as pessoas não se calem diante da impunidade e também com que elas consigam a força necessária para enfrentar os seus próprios desafios e os seus próprios medos. Acreditando em um mundo melhor para todos.

 

 

A banda lançou em Outubro de 2012 o disco ‘’O fim do silêncio’’ e segue com a seguinte formação:

Integrantes:
Vam Lima – Vocal
Dhiogo – Bateria
Jocí – Guitarra
Giovanni – Baixo
Fábio – Guitarra

 

CONTATOS: Jocí (87) 8844-2570 / 9902-3209 / Dhiogo (87) 8803-3442

Email: andranjos@hotmail.com

facebook: facebook.com/andranjosoficial

Twitter: @andranjos

 

 

 

 

Written by 

Matérias Relacionadas