Chris Cornell: Família acredita que morte do músico foi acidental

O músico Chris Cornell, foi encontrado morto na noite de quarta-feira (17) em um hotel de Detroit, nos Estados Unidos,  e sua família está sem reação com as informações que foram divulgadas pelo centro médico local que fez os exames iniciais.

Em comunicado assinado pelo advogado Kirk Pasich e publicado pela PRNewswire.Com, a família não aceita o resultado apresentado pelo Wayne County Medical de que ele tenha tirado a própria vida de forma consciente e intencional.

Os familiares de Cornell alegam que o músico era um dependente químico em recuperação, portanto é necessário saber se alguma substância colaborou com sua morte.

“Sem os resultados dos exames toxicológicos não dá pra saber o que estava acontecendo com ele ou se alguma substância contribuiu para a sua morte”, diz o comunicado.

“Chris tomava um remédio chamado Ativan e pode ter se excedido na dosagem. A família acredita que se Chris se matou, ele não tinha consciência do que estava fazendo”, acrescenta o texto.

Segundo o advogado que assina o comunicado, o medicamento que Cornell tomava pode causar paranoia, pensamentos suicidas e deterioração na capacidade de raciocínio.

Deixar comentário(s)

comentários

Joerzz

Guitarrista, Violonista, Beatboxer e dando risada da vida desde 1993.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *