Ex-empresário de Alanis Morissette confessa ter roubado a artista

O ex-empresário de Alanis Morissette, Jonathan Todd Schwartz, foi condenado pela justiça americana por roubar mais de R$ 16 milhões da cantora e R$ 5 milhões de outros clientes. A pena pode chegar a 23 anos de prisão.

Quando perguntado sobre o roubo, Schwartz havia dito que investiu o dinheiro em um negócio ilegal de maconha, mas agora os promotores do caso afirmam que Schwartz confessou ter mentido. Embora Morissette tenha tomado medidas legais contra o empresário ano passado, ela mais tarde retirou o processo.

Com uma súplica, Schwartz pode reduzir sua pena para 4 a 6 anos de prisão. O fim do julgamento está marcado para o primeiro dia de Fevereiro.

Deixar comentário(s)

comentários

Joerzz

Guitarrista, Violonista, Beatboxer e dando risada da vida desde 1993.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *